Sons of Winter


[RP Fechada] My little safe haven

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP Fechada] My little safe haven

Mensagem por Lyanna Karstark em Qua 20 Dez - 18:09:33

My little safe haven
A presente RP se passa em Karhold, mais especificamente na área externa da fortaleza. Depois de dias de um longo repouso, após a perda do bebê que esperava, Lyanna retoma suas funções no dia a dia do costelo, contrariando assim muitas recomendações. É inicio da manhã, o tempo está nublado, não neva. A RP contara com a participação de Lyanna Karstark e Aryon Karstark apenas.


Lyanna Karstark
avatar
The North

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] My little safe haven

Mensagem por Aryon Karstark em Ter 2 Jan - 0:01:32


Aryon Karstark
Passo Largo



Fazia frio naquela manhã em Karhold, não havia Sol, na verdade havia, contudo as nuvens o encobriam tão bem que não era possível ver um único faixo de luz vindo do céu para o solo. Não havia neve e muito menos parecia que nevaria, porém estaria preparado para tudo visto que o Norte era bastante imprevisível quando se tratava de clima.

Havia me levantado bem cedo depois de uma boa noite de sono ao lado de minha esposa, Lyanna. Vesti minha blusa e as botas assim que saí do quarto à passos firmes pelo corredor, pois tinha muito a fazer e muito pouco tempo para conseguir completar meus afazeres.

Tempos atrás aquela casa estava radiante e cheia de vida. Lyanna sempre alegrava Karhold à sua maneira quando estava de pé  e sã, o que não era o caso no momento e isso me preocupava bastante visto as últimas ocorrências.

Nosso pequeno filho havia a deixado. Um bebê que não teve forças para resistir e partiu deste mundo antes mesmo que os deuses antigos o pudessem ter agraciado com um nome. A casa perdeu sua vida e a animação do local, parecia que todos os Karstark haviam sido sepultados como o meu filho e isso me perturbava em demasia, de maneira tão intensa que eu mesmo me mantinha ocupado com coisas que diziam respeito as finanças da casa, exércitos e demais coisas que pudessem manter minha mente longe de tais dores, longe deste sofrimento.

Eu sentia falta da companhia de Lyanna, mas jamais a colocaria em perigo ou risco por minhas saudades de sua presença comigo durante a minha parte do tempo. Minha surpresa se deu quando, próximo aos pátios exteriores, me informavam sobre o que Lyanna estava fazendo. Ela contrariava as ordens dos meistres e novamente caminhava pelo castelo, o que fez com que eu mesmo decidisse ir ao encontro dela para convencê-la à parar com aquele comportamento.


KARHOLD  | NORTH | HE


Aryon Karstark
avatar
The North

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] My little safe haven

Mensagem por Lyanna Karstark em Ter 2 Jan - 23:12:32


Lyanna Karstark
I want to be The Queen.

Lyanna desceu as escadas apressadamente, as mãos brancas seguravam a saia do vestido impedindo que pisasse no tecido e caísse, o que não era nada recomendável naquele momento. Era bom sentir seu corpo se movimentar depois de tanto tempo deitada naquela cama, já não suportava mais ser olhada com pena por todos que se aproximavam de seu leito. Não estava enferma e tão pouco era digna de pena, odiava ser tratada daquela maneira e continuar deitada apenas deixava a mulher ainda mais irritada. Sempre acordou muito cedo, jamais deixou que Aryon e o pequeno tomassem o desjejum sozinhos. Karhold era uma fortaleza de tamanho considerável e gerir tudo aquilo requeria de Lyanna muito de seu tempo. Imaginava como estavam as tarefas organizadas sem sua presença, seu esposo não podia tomar conta de tudo sozinho... E nem deveria. Era sua obrigação como Lady, estar ao lado dele e apoia-lo e também o ajudar em seus deveres como lorde, era essa parceria entre os dois que mantinha tudo em perfeita harmonia naquele lugar.  

Respirou fundo enquanto descia os dois últimos degraus, finalmente podia se sentir viva, até mesmo revigorada. Ainda havia muito o que superar desde aquela fatídica madrugada, seu corpo já poderia estar recuperado, mas seu coração ainda nutria um pesar imensurável. Não chegou a segurar seu bebê no colo, não teve forças para isso devido à forte hemorragia que a fez sangrar por horas levando-a quase a morte. Tinha uma lembrança turva de ver Aryon levando o pequeno ainda enrolado em panos e mantas, a expressão entristecida dele a assombrava noite após noite. Em um primeiro momento desejou que os Deuses tivessem a levado junto de seu filho, mas logo a lembrança de Aryon e Torrhen acalentou seu coração, tornando tudo aquilo mais suportável. Passou dias até que pudesse ver seu primogênito outra vez, mas o abraço dele fora suficiente para acender a fagulha da esperança em seu peito novamente, não podia se entregar e não se entregaria jamais.  

— Milady, por favor. Vamos retornar para seus aposentos. Lorde Aryon ficará furioso se vê-la descumprir as ordens do Meistre. — Rogou a serva que lhe seguia pelos corredores. — Não diga tolices mulher. — Respondeu de pronto Lyanna, parando e virando-se para trás:— Estou bem. Tenho certeza que Aryon ficará feliz em me ver. Sei que estão todos preocupados com a minha saúde, mas não há necessidade. Estou bem! Os Deuses me deram forças para superar os momentos difíceis e tenho o apoio e a amizade de todos vocês. O que mais eu poderia querer? Sou uma senhora de muita sorte por ter servos tão leais. — Disse serena observando a jovem mulher. A serva deslizou a mão sobre o vestido cinza e deu de ombros, sabia que Lyanna era uma mulher determinada e que nada que ela dissesse faria a morena mudar de ideia. A cada corredor que cruzava olhos curiosos observavam a senhora de Karhold, alguns preocupados, outros admirados com a determinação que aquela mulher carregava em seus olhos e andar, era inevitável chamar a atenção por onde passava.  

Lyanna era uma mulher bela por natureza, diferente das sulistas, não necessitava de adornos ou qualquer outro enfeite para ressaltar sua beleza. Havia herdado intensos olhos cianos que pareciam as águas geladas dos mares do Norte, seu rosto possuía traços delicados e harmoniosos, mas talvez, o que mais se destacasse na mulher era seu sorriso caloroso e radiante. Graças a isso, não demonstrava o estado delicado de sua saúde, ainda que acreditasse que metade de tudo isso era exagero do meistre apenas para garantir que ela continuasse de repouso. Tinha fé nos conhecimentos do velho homem era claro, mas também tinha fé em seus Deuses e em sua força de vontade. Há vários dias já tinha febre e as tonturas já não eram mais constantes, nem mesmo a fraqueza que por muito tempo não deixou que ela se quer movesse a mão. Tinha plena ciência que esteve à beira da morte, mas a cada dia que passava sozinha, alimentando lembranças tristes, era como se um pedaço de si, morresse.  

Tomada por esse sentimento de superação, a morena tirava forças para recomeçar seus dias, seguir sem olhar para trás. Era jovem, os Deuses não lhe negariam outros filhos, aquele perdido jamais seria esquecido, mas se dependesse dela, encheria Karhold de crianças. Seus passos findaram diante do portal que dava acesso a grande cozinha do castelo, onde servas andavam de um lado para o outro correndo com os preparativos para a refeição seguinte: — Lady Lyanna. Pelos Deuses! — Uma das servas bradou, quase deixando uma grande bandeja cair no chão: — Antes que diga algo, já aviso. Estou bem. Muito bem. E há muito trabalho por aqui pelo que vejo. — Falou de maneira displicente adentrando ao lugar. Não permitiu que nenhuma palavra a mais fosse dita, apenas tomou a frente dos afazeres coordenando para que tudo saísse da melhor maneira possível. Ainda que as servas tivessem preocupadas com a jovem lady, não escondiam a felicidade ao vê-la bem e disposta.  

Em pouco tempo tudo já estava organizado e aos poucos o castelo tomava sua rotina normal. Era inquestionável a perícia que a Karstark tinha com os assuntos domésticos e até mesmo administrativos do castelo. Aproveitou para certificar os mantimentos que ainda estavam nos celeiros, quantidade de grãos e cerais, como estavam as criações, acompanhou minuciosamente o trabalho para conservação do castelo. Andou de um lado para outro por boa parte da manhã, o que significava que logo Aryon saberia que ela estava quebrando o repouso. Conhecia o esposo o suficiente para saber que ele tentaria argumentar para que ela voltasse a se repousar, o que não passava pela sua cabeça em nenhum momento. Mostraria para ele que já estava mais do que apta para retomar toda as suas funções e principalmente, pronta para estar ao lado dele em todos os momentos que necessitasse.  

Caminhou um pouco apressada até chegar a uma das salas mais reservadas do castelo, na verdade o pequeno lugar era praticamente um canto seu, onde passava boa parte do seu tempo. Por ali estavam seus tecidos e materiais de costura, onde trabalhava em peças belas para Aryon e Torrhen, gostava de costurar quando tinha tempo para tal. Na verdade, Lyanna era uma ótima costureira e uma tecelã habilidosa, já havia feito belas peças que chamou a atenção de todos. Enquanto sentava-se na confortável poltrona, tomava em suas mãos, o trabalho inacabado, uma túnica negra onde ela bordava um sol branco, remetendo ao brasão de sua casa. Ela olhou para os lados e seus olhos infelizmente viram as mantas que ela havia preparado com tanto carinho para o jovem herdeiro que chegaria. Seus olhos arderam e sentiu o choro tomar a garganta, apertando como se fosse sufocá-la. Porém, havia jurado a si mesma, que não iria mais chorar, não havia mais tempo para tal. Fechou os olhos e concentrou-se no tecido que tinha as mãos, precisava agir da maneira mais natural possível, tinha a convicção que Aryon logo viria ao seu encontro e não deixaria que ele percebesse que ela ainda estava abalada. Ele não merecia isso, já havia perdido o filho, não era justo perder a esposa também.  

notas: Com Aryon Karstark
Lyanna Karstark
avatar
The North

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] My little safe haven

Mensagem por Aryon Karstark em Sex 5 Jan - 0:34:09


Aryon Karstark
Passo Largo



Meus passos eram firmes à cada instante que caminhava por Karhold, enquanto em minha mente só repassava um filme das últimas semanas. Estávamos ansiosos, tanto nós dois quanto os demais que viviam e serviam à nossa Casa. Cada um ansioso à sua maneira pela chegada do bebê, mas ninguém estava mais ansioso do que Lyanna, ela de certo era quem mais esperava pela chegada de nosso bebê. Queria muito uma menina, enquanto eu ficaria feliz apenas se nascesse com saúde, afinal nosso pequeno Torhenn era o herdeiro de Karhold e era sadio e forte, ter um segundo filho seria bom para ele, contudo uma filha traria à Lyanna companhia como ela sempre dizia que queria. Nossa espera não foi bem recompensada, infelizmente os deuses quiseram assim, não nos daria a graça de sermos pais uma segunda vez, ao menos não ainda.

Voltava a mente à lucidez e ao tempo presente enquanto os corredores iam se estreitando, quase como se me guiassem ao local onde ela se encontrava. Os criados pareceram preocupados com minha ansiedade em vê-la assim que soube que guiada pela teimosia havia deixado o quarto e saído à caminhar pelo castelo, mas ninguém ousou dizer uma única palavra. Vivíamos um drama, nós dois. A perca de um filho e a possibilidade de perca de mais uma vida, a dela. Não suportaria perdê-la, não queria pensar nisso, afastei os pensamentos quando ouvi passos, mas não eram dela. Mais criados passavam, fazendo reverências abruptas e apressadas e deixando-me sozinho antes que eu fizesse mais alguma pergunta, ninguém queria se meter na situação que estavamos enfrentando, não por omissão, mas por respeito, por simples sensibilidade e eu ficava feliz por isso.

Depois de muito seguir rastros das direções opostas em que as criadas surgiam, acabei por chegar ao local onde eu já esperava encontrá-la. Era um de seus locais favoritos, sempre que podia se escondia ali e era exatamente ali que ela estava o fazendo daquela vez. Meu olhar foi de encontro à ela, no instante em que cheguei e parei à porta analisando rapidamente o local. Percorri os olhos rapidamente, mas com minusciosidade o suficiente para ver que ainda estavam lá, as mantas que ela teceu com tanto carinho para nosso bebê e então tornei a olhar para ela. Pareceu-me melancólica, pálida e desiludida, mas como sempre tentando mostrar o oposto, engolindo as lágrimas diante da situação e voltando ao trabalho manual antes que eu interrompesse o silêncio com minha voz.

– Lyanna.

Disse suavemente. A voz rouca e baixa ecoou pelo recinto reverberando de leve, não de forma hostil ou ameaçadora, mas simplesmente enchendo o recinto antes que o próprio som de meus passos o fizesse. Caminhei até o local onde ela estava sentada e me abaixei, contendo o impulso de questionar o que ela fazia fora do quarto por respeitar o baque e a surpresa que com certeza a haviam pegado naquele instante.

Meus olhos buscaram os dela antes que minhas mãos agarrassem às suas forçando-a a parar o que estava fazendo e envolvendo suas delicadas mãos entre as minhas enquanto mantinha fixo meu olhar em seu rosto, buscando contato visual.

– Olhe pra mim.

Disse quase como um sussurro enquanto minha destra lhe ia ao rosto tocando-lhe o lado direito, a bochecha e passando carinhosamente a palma da mão ali, levava as pontas dos dedos até próximo à nuca enquanto meu polegar alisava de leve sua pele do rosto.

– Sabe que não deveria estar aqui.

Enfim pude dizer, apesar de saber que ela não ficaria feliz em ouvir esta indagação de minha parte, eu não era um homem de deixar de dizer o que pensava. Meu foco naquela frase no entanto era apenas cuidado, pelo fato do que de certo ela viu causar-lhe ainda mais dor e sofrimento. Sabia que Lyanna era forte, a mulher mais forte que já havia conhecido até então, contudo ela ainda era um ser humano e tinha emoções e sentimentos, além de ter em risco sua saúde e eu, por minha vez não queria perdê-la logo após nossa última perda. Sim, eu realmente aparentava ser bastante forte por fora, mas como seguiria adiante sem ela? Não queria aceitar isso, de forma alguma aceitaria. Cuidar de Lyanna era minha responsabilidade e eu a cumpriria com prazer, mesmo que ela ficasse zangada comigo por algum tempo.


KARHOLD  | NORTH | HE


Aryon Karstark
avatar
The North

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] My little safe haven

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum